Ditadura comunista da Nicarágua fecha canal de TV e prende jornalistas

Daniel Ortega, o ditador da Nicarágua, mandou fechar o canal 100% Noticias, e preder o diretor do canal Miguel Mora, os jornalistas Verônica Chávez e Lúcia Pineda Ubau e o analista político Júlio López.

A ação foi realizada e coordenada pela polícia antimotim, e desde a ocorrência o motorista Joseph Rafael Hernández está desaparecido.

A agência reguladora de telecomunicações na Nicarágua, a TELCOR, já ordenou a proibição da emissão do sinal do canal aos serviços de TV a cabo, mas nenhuma autoridade justificou ou explicou a razão da medida.

O secretário-executivo da Comissão Interamericana de Direitos Humanos, a Câmara de Comércio Americana da Nicarágua e o Conselho Superior da Empresa Privada da Nicarágua postaram críticas ao ato de censura.

Informação da Folha.

Precisamos da sua ajuda. Contribua com o trabalho da República de Curitiba: clique aqui

2 Comentários em Ditadura comunista da Nicarágua fecha canal de TV e prende jornalistas

  1. O erro crucial do PT nas eleições de 2018, foi achar que LULLADRÃO NÃO CONTINUARIA PRESO e que, qualquer poste que ele indicasse, seria vencedor. Não contavam que surgiria um BOLSONARO.

Deixe uma resposta