Maduro ameaça Colômbia e Estados Unidos “não sairão vivos daqui”

O clima de tensão entre Venezuela e Colômbia está cada vez mais intenso e cheio de provocações.

De um lado temos Iván Duque, presidente conservador da Colômbia, que conta com um bom relacionamento com A América de Donald Trump e o Brasil, que a partir de 1º de janeiro contará com a liderança de Bolsonaro. Do outro lado temos Nicolás Maduro, o ditador venezuelano, que já teve no Brasil das gestões petistas um forte aliado.

Maduro constantemente prega com o discurso inflamado, afirmando estar preparado para a guerra caso seja atacado por alguma nação envolvida com o “imperialismo” norte-americano, e hoje fez um pronunciamento direcionado para o presidente colombiano.

“Ele dirige pessoalmente a preparação de ações contra a Venezuela. Age com o apoio e o financiamento da Casa Branca (…). “Nós não nos metemos com ninguém, Iván Duque, mas você será o responsável se algum dia a Colômbia agredir militarmente a Venezuela. Que o nosso povo e o povo colombiano saibam disso. Os imperialistas não sairão vivos daqui”.

Bolsonaro, assim que assumir, deverá estar preparado para agir, seja tomando partido do lado colombiano ou seja amenizando a situação.

Informação dO Antagonista.

 

Precisamos da sua ajuda. Contribua com o trabalho da República de Curitiba: clique aqui

Siga-nos no Facebook

6 Comentários em Maduro ameaça Colômbia e Estados Unidos “não sairão vivos daqui”

  1. Esse comunista de MERDA, ex-caminhoneiro que hoje explora e maltrata o povo venezuelano, deveria ser expulso do governo pelos próprios patrícios. Num país produtor de petróleo o povo passa fome. Isso é um absurdo !!! Sempre que o ditadorzinho, afilhado de Fidel Castro, se sente ameaçado no poder, apela para o nacionalismo venezuelano e acaba se perpetuando no cargo.
    Os milhões de venezuelanos que passam pelas maiores privações, inclusive fome deveriam tomar o poder mesmo que tivessem que enfrentar as baionetas dos soldados comunistas. Para a maioria do povo venezuelano morrer (de fome) é uma questão de tempo. Entao …mãos à obra ! Ou à guerra !!!!

    • Verdade!Infelizmente esse maligno do “cabrunco” continua no poder no país vizinho,um verdadeiro assassino que “paga” de defensor da liberdade na América Latina.Não concordo com a guerra,mas as vezes é o único modo de derrubar ditadores.

      • Marcelo, as vezes para obter a Paz temos que fazer a Guerra ,eu também sou contra as Guerras porque quem mais morre são sempre aqueles que que não tem nada a ver com os Ditadores assasinos .

  2. deveríamos ter no Brasil um orgão de serviço contabilizando o que o Brasil faz(tempo e $)
    ao atender ao povo Venezuelano, para comunidade internacional o de serviço deste tido como “governante”, na prática um tirano.

Deixe uma resposta