Futuro Ministro do Meio Ambiente mandou tirar busto do terrorista Lamarca de parque em SP

Ricardo Salles, futuro ministro do Meio Ambiente do governo de Jair Bolsonaro, já foi secretário de Meio Ambiente de São Paulo, e durante sua passagem pelo cargo já mandou retirar uma estátua do guerrilheiro comunista Carlos Lamarca.

A estátua estava no Parque Estadual do Rio Turvo, no município de Cajati. O busto, fotos e placas explicativas que foram retiradas informavam sobre a passagem do terrorista pela região do Vale do Ribeira.

A decisão, na época, foi questionada pelo Ministério Público de São Paulo, que categorizou a decisão como unilateral e sem respaldo normativo, pois se realizou sem consultar o Conselho do Parque.

Lamarca foi um desertor do Exército Brasileiro, no qual ocupou a patente de Capitão até 1969, quando tornou-se um dos líderes da milícia armada Vanguarda Popular Revolucionária, grupo ao qual também fazia parte Dilma Rousseff. Lamarca coordenou diversos assaltos a bancos e liderou o sequestro do embaixador suiço Giovanni Bucher no Rio de Janeiro em 1970. O terrorista foi caçado e morto na Bahia em 1971.

Em 2007, durante a gestão presidencial do hoje preso Lula, Lamarca foi promovido a coronel do Exército, numa clara afronta à instituição. Além disso foi instituída uma pensão à sua viúva e filhos. No ano de 2015, no entanto, a Justiça Federal do Rio de Janeiro anulou a decisão que garantia a pensão e a promoção para o posto de coronel.

Informação do O Globo.

14 Comentários em Futuro Ministro do Meio Ambiente mandou tirar busto do terrorista Lamarca de parque em SP

  1. O novo ministro já tem o meu respeito. Não tem cabimento, uma estatua em parque desse terrorista. Ainda 36 anos depois morto, ser promovido a coronel do exército e uma pensão para a mulher e filhos.! Isso é uma verdadeira afronta para o Exército Brasileiro..!

  2. Não é apagando a memória da nação que se passará o Brasil a limpo. A inquisição mandou queimar livros e documentos bem como muitas pessoas foram para a fogueira por causa da intolerância dos que se dizem donos da verdade.

  3. Fez mto bem em tirar a estátua desse terrorista … querem colocar estátuas coloquem de pessoas que foram realmente importantes para o desenvolvimento do país e não de um terrorista vagabundo, assassino e ladrão , que só contribuiu para o atraso no Brasil

  4. tá na lei.. pra subir de cargo tem que está nela na ATIVA. e foi expulso : baixa com DESHONRA ou seja PErde TUDO que ganho , nem soldadinho raso pode ser.. Alem disso a Lei Militar já tratava deste assunto esses atos é como Traição a Patria ( terrorismo) e o uso de estratégias pena Execução ( n caso foi em batalha)

  5. Então o cara é um assasino e terrorista mas foi amigo da Dilmanta e do Lularápio, isso basta para ser promovido e exaltado na era Pt, e viva os mortadelas!!

Deixe uma resposta