Ex-diretor das empresas de Lulinha resolve contar tudo em livro: Do Zoológico aos milhões

Marco Aurélio Vitale, ex-diretor do grupo Gol e outras empresas de Lulinha resolveu contar em livro os detalhes dos negócios de Jonas Suassuna com Fábio Lula da Silva, o Lulinha, e os irmãos Bittar.

O livro Sócio do Filho revela as sociedades criadas e os negócios forjados visando o enriquecimento de Fábio Luis – conhecido como Lulinha, filho mais velho do ex-presidente Lula – e de seus sócios: Jonas Suassuna, Fernando Bittar (proprietários do Sítio de Atibaia) e Kalil Bittar.

Mais que denúncias, o livro conta como essas sociedades foram meticulosamente planejadas, negócios de fachada oficializados através de contratos sem nenhuma lógica comercial e possibilitando que empresas como a Oi jorrassem milhões de reais em operações que colocam sob suspeitas as vantagens políticas e econômicas obtidas durante o período em que Lula era presidente do Brasil.

O leitor conhecerá a fundo os interesses e negociatas por trás do episódio em que a Telemar/ Oi realizou a aquisição da operadora Brasil Telecom apostando antecipadamente na mudança do Plano Geral de Outorgas – Decreto 2.534 de 1998 – que regulamentava o setor de telecomunicações e foi alterado pelo então presidente Lula.

Um negócio de 4,8 bilhões de reais que tinha como objetivo a formação de uma super empresa de telefonia e beneficiou diretamente a empreiteira Andrade Gutierrez do empresário Sérgio Andrade e a La Fonte de Carlos Jereissati.

Nos anos seguintes, o Grupo Gol de Jonas Suassuna realizou negócios fraudados com o Governo do Estado do Rio de Janeiro na gestão de Sérgio Cabral e a Prefeitura do Rio de Janeiro, na gestão de Eduardo Paes, também intermediados pela operadora Oi e que trouxeram prejuízos de milhões de reais aos cofres públicos.

Antes de escrever Sócio do Filho, o autor teve o cuidado de entregar, pessoalmente, todos os arquivos e documentos que atestam a sua veracidade à Polícia Federal do Paraná – Força Tarefa da Lava Jato. Além de entregar voluntariamente essas provas, oficializei em depoimentos os fatos aqui relatados à Receita Federal – Força Tarefa da Lava Jato no Rio de Janeiro, Ministério Público Federal no Rio de Janeiro e Polícia Federal – Força Tarefa da Lava Jato em Curitiba.

Fonte: Skoob

Contribua com o trabalho da República de Curitiba: clique aqui

Siga-nos no Facebook

11 Comentários em Ex-diretor das empresas de Lulinha resolve contar tudo em livro: Do Zoológico aos milhões

    • Verdade, esta solto e muitos comparsas que governam este nosso Brasil sob a liberação do STF que deveria ser o órgão judiciário de maior respeito e é ao contrário e pelo andar da carroça como são cargos vitalícios nós brasileiros continuaremos “ferrados”. Tenho até pena do Bolsonaro porque a enxurrada de merdas do Congresso pelo jeitinho vai continuar e muito e novamente estes bostas saídos do inferno vão continuar a festança de imoralidades. Povo que não sabe votar, merece. O pior, que eu e mais alguns temos que nadar juntos neste mar de lama sem poder fazer nadinha.

      • Boa pergunta. Porque está livre e solto gastando nosso dinheiro.????
        Não teria que ser confuscado?????

  1. Há muito tempo já era para desconfiar. Como é que um simples funcionário de um zoológico, limpador de bosta de elefante pode-se tornar um empresário com uma fortuna de muitos milhões de reais? Onde está a receita federal para verificar as contas desse afortunado que nem na mega-sena ganhou tanto dinheiro?

  2. Não consigo entender pq até agora esse rapaz não foi indiciado. Sei que é dificil, mas estou crendo no Presidente eleito e nos escolhidos dele, nos quais confio, não se dobrem a estes sugadores da Nação. que Deus proteja o Brasil e todos os bem intencionados.

  3. Eu também não consigo compreender como a Receita Federal que tem se mostrado muito competente em fazer pente fino nas contas dos menos afortunados, não conseguiu até o presente momento achar nada errado nas declarações do Lulinha e seus comparsas, ou será que é conivente com a situação, fazendo vistas grossas, como diz o ditado, para está situação…Afinal a Constituição diz que somos todos iguais perante a lei, mas não é o que vem parecendo…

  4. É desanimador ver essa justiça sentada em cima dos processos desse filho do Lula. Pobre pais; que até hj nada contra a maré de corruptos de colarinhos brancos .Dr. Sérgio Moro, o sr está com a fação e o queijo na mão; mete caneta nesses ladroes; vamos socorrer o Brasil que está agonizando na UTI

1 Trackbacks & Pingbacks

  1. Ex-diretor das empresas de Lulinha resolve contar tudo em livro: Do Zoológico aos milhões – TÁ LÁ na Rede

Deixe uma resposta

error:
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.