Bretas diz que “corrupção trava o desenvolvimento da sociedade”

O juiz federal Marcelo Bretas, responsável pelo andamento da Operação Lava jato no Rio de Janeiro, declarou que “a corrupção trava o desenvolvimento de uma sociedade, e traz o que há de mais injusto para ela”.

O juiz esteve no seminário “Corrupção e seus desdobramentos sociojurídicos”, que ocorreu num evento de celebração de 30 anos da Escola de Magistratura do Rio de Janeiro – EMERJ.

Bretas declarou também que a Lava Jato do Rio tem trabalhado para reestabelecer na sociedade os valores roubados.

“Temos diante de nós, operadores do Direito, um mundo à frente para resgatar o passado e recuperar as riquezas tiradas daqui. Não foi só há 500 anos que levaram nossas riquezas. Hoje não vai em ouro ou em pau-brasil. São nosso reais. Dessa vez, são brasileiros que estão vendendo a honestidade, o futuro” afirmou o juiz.

O procurador Eduardo El Hage, coordenador da Lava Jato Rio, afirmou que também compartilha dos objetivos e da opinião de Bretas “Estamos em um momento positivo, de mudança, no Brasil e no Rio. Podemos fazer com o que o estado do Rio de Janeiro seja um exemplo, uma caixa de ressonância para o Brasil”.

Nesta última semana, a Lava Jato prendeu o governador em exercício, Pezão.

Informação do AMAERJ.

Siga-nos no Facebook

1 Comentário em Bretas diz que “corrupção trava o desenvolvimento da sociedade”

Deixe uma resposta

error:
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.