Após 14 anos, Justiça expulsa 1.800 sem-terra de fazenda em Minas Gerais

A Justiça de Minas Gerais decidiu pela reintegração de posse de uma área da antiga Unisa Ariadnópolis e com isso ordenou que 1.851 sem-terra deixem o local.

O processo se arrasta desde 2004, ano em que as terras foram ocupadas, num impasse entre a família proprietária e os invasores do MST.

A decisão coube ao juiz Walter Zwicker Esbaille Júnior, que determinou que em sete dias os invasores devem deixar o terreno. Porém, o MST se recusou a obedecer, e no dia 21 o juiz determinou a reintegração de posse, acionando a Polícia Militar para cumprir a lei. O que pode acontecer a qualquer momento.

Informação da Folha.

Siga-nos no Facebook

1 Comentário em Após 14 anos, Justiça expulsa 1.800 sem-terra de fazenda em Minas Gerais

  1. A questão é muito simples, aproveitem o gentil convite do maduro e sigam diretamente para a Venezuela, vão ganhar dinheiro e ter toda assistência do anfitrião ! Este é o maior presente de Natal ! Papai Noel Venezuelano os espera de braços abertos !

Deixe uma resposta

error:
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.