Bolsonaro valoriza militares que serviram no Haiti

De todos os ministros e secretários já confirmados para a composição do governo de Jair Bolsonaro, até o momento três nomes carregam em seus currículos a atuação na missão de paz da ONU no Haiti.

Augusto Heleno, um nome que mesmo em período de campanha já era cotado para assumir algum cargo, foi o primeiro comandante da missão de paz no Haiti entre 2004 e 2005. General Heleno assumirá o Gabinete de Segurança Institucional.

O também General, Carlos Alberto dos Santos Cruz, que esteve no Haiti entre 2007 e 2009, assumirá a Secretaria de Governo.

O líder da força de paz entre 2013 e 2014, Edson Leal Pujol, foi apontado por Bolsonaro para assumir o comando do Exército.

Ainda existe o nome de Floriano Peixoto Vieira Neto, que comandou as missões entre 2009 e 2010, sendo cotado para assumir a Secretaria-Geral da Presidência.

Pode-se perceber que a presença destes nomes no governo de Bolsonaro é reflexo de seus currículos e de suas competências, e de coincidência não tem nada.

Informação do Renova Mídia.

Siga-nos no Facebook

2 Comentários em Bolsonaro valoriza militares que serviram no Haiti

Deixe uma resposta

error:
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.