Juíza muda prisão temporária de alvos da Lava Jato para prisão preventiva

dra Carolina é a de azul, entre juiz federal Marcelo Malucelli e desembargador federal, presidente do TRF4, Thompson Flores

A juíza Carolina Lebbos decidiu converter a prisão temporária de três alvos da 56ª fase da Lava Jato, batizada de Sem Fundos, em prisão preventiva.

Os influenciados pela decisão são Valdemir Garreta, ex-marqueteiro do PT, e William Ali Chaim e Rodrigo Barreto, ambos empresários. A Operação Sem Fundos investiga fraudes na construção da sede da Petrobras em Salvador.

A principal diferença entre as prisões temporária e preventiva, é que no caso da temporária existe um prazo fixado para manter o suspeito em cárcere. Já no caso da preventiva o prazo é indeterminado.

A cunhada de João Vaccari Neto, Maurice Corrêa, teve sua prisão temporária prorrogada.

Informação dO Antagonista.

Contribua com o trabalho da República de Curitiba: clique aqui

Siga-nos no Facebook

3 Comentários em Juíza muda prisão temporária de alvos da Lava Jato para prisão preventiva

Deixe uma resposta

error:
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.