Futuro ministro da Educação é Anti-PT e simpático à monarquia

O colombiano naturalizado brasileiro Ricardo Vélez Rodrigues foi confirmado na quinta feira (22) como futuro ministro da Educação no governo de Jair Bolsonaro. No mesmo instante, a esquerda começou a espernear contra a indicação.

O principal motivo de tanta choradeira é, além das posições bem definidas do futuro ministro, o respaldo que Vélez teve ao ser indicado por Olavo de Carvalho como o nome mais capaz para assumir a pasta. O colombiano também tem moral com os filhos do futuro presidente, em especial com Eduardo Bolsonaro.

Quanto às posições do futuro ministro, são basicamente tudo que a esquerda teme e/ou repudia. Vélez é um ferrenho crítico de Lula e do petismo, é contrária à participação de médicos cubanos no programa Mais Médicos, simpatiza com a monarquia, afirmou que o regime militar é um período a ser comemorado, e por já ter sido de esquerda, hoje tem o respaldo de defender as ideias liberalistas. “Do radicalismo marxista não me resta nem um cabelo” afirmou o colombiano.

Informação da Folha.

 

Contribua com o trabalho da República de Curitiba: clique aqui

Siga-nos no Facebook

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

error:
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.