Coluna da Folha reconhece falha em meio de apresentar reportagem contra Jair Bolsonaro sobre envio de WhatsApp

A coluna Ombudsman da própria Folha de São Paulo afirmou que “o jornal falhou na forma narrativa de apresentá-la ao leitor”.
A coluna inicia afirmando que avalia como “importante e necessária a reportagem sobre o impulsionamento ilegal em favor de Bolsonaro. É apuração difícil, que, com meandros obscuros a desvendar, abre um caminho rico a ser explorado. No entanto, entendo que o jornal falhou na forma narrativa de apresentá-la ao leitor”.

Obviamente que em cenários eleitorais os ânimos ficam alterados, e ao saber de qualquer desvio de conduta por parte de qualquer candidato, é dever da mídia entregar a informação para os eleitores e para a população em geral, mas existem meio de fazer isso sem tentar imputar denúncias vazias e que não se provaram até o presente momento.

E continua “A construção técnica do texto e dos enunciados — da primeira página e internos — poderia ser mais precisa e transparente. Faltaram detalhes que corroborassem as evidências, mesmo sem que fontes fossem reveladas. Essa fragilidade gerou dúvidas nos leitores. Serve de alerta. Obriga a Folha a não esmorecer nem dar por encerrada a investigação.”

Informação dO Antagonista.

Contribua com o trabalho da República de Curitiba: clique aqui

Siga-nos no Facebook

9 Comentários em Coluna da Folha reconhece falha em meio de apresentar reportagem contra Jair Bolsonaro sobre envio de WhatsApp

  1. Onde á fumaça há fogo mas nesse ouvi expressa vontade desmedida de da a imformação em primeira mão aos seus leitores e a narrativa não ficou como tinha que ser . erra é humano e reconhecer o erro é a demostração de GRANDEZA é respeito ao seus leitores .

  2. QUALQUER um que prestou um desserviço à Nação em forma de fake news contra o presidente, seja em forma de pesquisa comprada, notícias comprometedoras, deveria se retratar na forma da Lei. Multa e até cancelamento da concessão é pouco!

  3. Na minha visão as desculpas são inaceitáveis porque a eleição já passou a muito tempo e provocou deturpações caluniosas agora irremediáveis, alem disso, a maneira com que a Folha menciona o erro ainda leva a crer que estão pautadas em fundamentos ainda que poucos, o que contraria declarações das mídias da rede social envolvidas.

  4. Tentaram prejudicar a eleiçao, promovendo o outro candidato. Isso nao tem preço, pois se o povo nao estivesse consciente, o outro candidato poderia ter sido eleito. Um prejuizo incalculavel, por isso terao que pagar financeiramente. Já perderam e perderao milhares de eleitores. Eu sou um deles.
    – A imprensa brasileira tomou um lado, ou seja, queria a eleiçao de um candidato.
    – Suas opinioes eram para dirigir os eleitores
    – Como querem um a imprensa livre? se adotam um posicionamento??
    Nelson

Deixe uma resposta

error:
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.