Bolsonaro afirma que “cubano que pedir asilo aqui, vai ter”

O presidente eleito, contrariando as políticas impostas por Cuba desde 2013 com a implantação do programa Mais Médicos, declarou que cubanos que pedirem asilo no Brasil, terão.

Uma das exigências do regime ditatorial cubano quando o pacto foi firmado em 2013 era a automática deportação de qualquer cubano que pedisse asilo em terras brasileiras.

A declaração de Bolsonaro foi feita no memso pronunciamento em que anunciou Ernesto Araújo como ministro das Relações Exteriores.

O presidente eleito ainda afirmou que “jamais faria acordo com Cuba nesses termos”, por não poder aceitar acordo com “regime de escravidão”.

Informação do Conexão Política.

Precisamos da sua ajuda. Contribua com o trabalho da República de Curitiba: clique aqui

2 Comentários em Bolsonaro afirma que “cubano que pedir asilo aqui, vai ter”

Deixe uma resposta