Desesperados com a vitória de Bolsonaro no 1º Turno, mídia cria ‘fake news’ sobre volta da CPMF

O economista e Ministro da Fazenda no possível governo de Bolsonaro, Paulo Guedes rebateu a notícia espalhada pela mídia de que defendia a volta da CPMF. É extremamente indignante como agem os militantes travestidos de jornalistas, deturpando informações e tentando impedir o Brasil de sair do buraco onde foi jogado pelos governos de esquerda.

Paulo Guedes disse:

“Não é a CPMF. A primeira diferença é que a CPMF é um imposto a mais. (A nossa proposta) seria um imposto único. Não é aumento de imposto de jeito nenhum, é uma simplificação (tributária) brutal. Estamos examinando pegar quatro, cinco, seis impostos e criar um imposto único federal. Não faz o menor sentido aumentar impostos, criar uma CPMF. Não foi isso que foi falado. A pessoa que passou a informação lá deve ter sido eleitor do PT, do Alckmin, ou coisa assim.”

 

A proposta na realidade, como se pode perceber, defende a diminuição tributária. Mas a grande mídia, deve estar com muito medo de perder a mamata da grana fácil nos anúncios do governo federal que não se segura nem pra espalhar mentiras.