Esquerda calada: assediadores brasileiros foram ligados à base aliada do governo Dilma

O Brasil todo se uniu para identificar, criticar e reprovar – com toda razão – o comportamento dos brasileiros que apareceram em videos assediando mulheres russas. No entanto, dois fatos passaram despercebidos pelo radar do politicamente correto, e a esquerda, obviamente se calou quanto à isso.

Um dos homens presente nos vídeos, chamado Luciano Gil Mendes Coelho, foi secretário de Saúde e de Educação em seu estado natal, o Piauí. Luciano foi aliado do  ex-prefeito Alexandre Arraes (PSB) e passou a fazer parte do governo municipal em 2010, sendo, inclusive, sido preso em 2015, por desvio de dinheiro público durante a gestão do prefeito citado acima.

Outro integrante da “turma” de brasileiros, é Diego Valença Jatobá. Foi secretário de Turismo, Esporte e Cultura de Ipojuca. Diego é advogado e atuou na pasta durante a gestão do prefeito Pedro Serafim (PDT) e também foi preso por irregularidades em processos licitatórios em 2012.

Tanto PDT quanto PSB eram parte da base aliada do governo Dilma.

 

 

Contribua com o trabalho da República de Curitiba: clique aqui

Siga-nos no Facebook

1 Comentário em Esquerda calada: assediadores brasileiros foram ligados à base aliada do governo Dilma

Deixe uma resposta

error:
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.