EUA abandonam o Conselho dos Direitos Humanos da ONU

Em decisão histórica, o Secretário de Estado dos Estados Unidos, Mike Pompeo, e a embaixadora americana nas Nações Unidas, Nikki Haley, decidiram sair do Conselho de Direitos Humanos da ONU.

O motivo da saída, segundo Mike e Nikki, é a “campanha implacável e patológica” contra Israel, críticas feitas às políticas migratórias norte-americanas. Pompeo ainda afirmou que o Conselho se tornou “um exército de hipocrisia desavergonhada, com muitos dos piores abusos de direitos humanos sendo ignorados e alguns dos piores infratores desses direitos dentro do próprio conselho”. Haley por sua vez citou por exemplo, o fato da República Democrática do Congo, um dos países que mais infligem os diritos humanos, ter sido eleita membro do conselho, além do silêncio sobre a situação no Irã e na Venezuela.

Siga-nos no Facebook

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

error:
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.