PGR pede a STF que Gleisi seja condenada

Raquel Dodge, Procuradora-Geral da República, enviou ao STF o memorial do caso em que Gleisi Hoffman, Paulo Bernardo e Ernesto Kugler são réus. O caso será julgado nesta terça (19) pela segunda turma do STF.

A denúncia é de corrupção ativa e lavagem de dinheiro, no recebimento de R$ 1 milhão em propina. O dinheiro veio de um contrato com a Petrobras e foi usado na campanha de Gleisi ao senado em 2010.

Paulo Bernardo teria sido o articulador de toda a operação, que contou com a contribuição de Antônio Pieruccini, advogado ligado ao doleiro Alberto Youssef, que se encontrou com Kugler e entregou o dinheiro.

A procuradora afirmou no documento

 “A senadora, expoente de seu partido político, locupletou-se dolosamente de todo um esquema de ilegalidades praticados na Petrobras e, também por isso, deixou de cumprir com seu dever de fiscalização”

Contribua com o trabalho da República de Curitiba: clique aqui

Siga-nos no Facebook

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

error:
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.