Governador petista que fugiu da justiça usa polícia para intimidar jornalistas

Recentemente, Fernando Pimentel, Governador de Minas Gerais pelo PT, figurou nos noticiários pela manobra realizada para evitar a justiça. O petista evitou receber oficiais de justiça em diversas ocasiões, atrasando assim o processo em que é réu no STJ, acusado de receber 15 milhões em propina da Odebrecht.

Agora, mais um caso vem à tona. Na quarta feira (13) duas jornalistas do jornal O Tempo, Angélica Diniz e Ludmila Pizarro, foram intimadas a revelar suas fontes sobre um grande caso de corrupção envolvendo o governo mineiro, o que claramente representa o uso indevido da força policial, pois o inciso XIV do artigo 5º da constituição federal assegura a todos os jornalistas o direito de sigilo a fonte, quando necessário ao exercício profissional.

As repórteres se apresentaram na manhã de sábado (16) no Departamento de Investigação de Crimes contra o Patrimônio, e depuseram perante a polícia civil, porém se recusaram a revelar o nome das fontes.

Para entender melhor o caso:

Em fevereiro de 2018, o jornal O Tempo revelou um caso de corrupção envolvendo o Governo de Minas e a administração da estatal Codemig. A estatal seria dividida em duas, para realizar a renda de 49% das ações sobre a exploração do nióbio. O problema foi que a operação não recebeu a autorização da Assembléia Legislativa de Minas Gerais, item necessário para a realização da empreitada. No entanto, a nova empresa, Codemge, foi registrada na junta comercial mesmo assim, e iniciaram-se os processos de venda, sendo logo interrompidos pelo TCE.

 

Contribua com o trabalho da República de Curitiba: clique aqui

Siga-nos no Facebook

1 Trackbacks & Pingbacks

  1. Governador petista que fugiu da justiça usa polícia para intimidar jornalistas – VEJA ISSO > "NOTÍCIAS QUE VOCÊ NÃO OUVE OU VÊ NA MÍDIA. ATÉ QUE PONTO NOS CONTARAM É VERDADE?".

Deixe uma resposta

error:
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.