Sergio Cabral confessa ter embolsado R$ 20 milhões: “Me perdi diante de tanto poder”

O ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, admitiu hoje (8) em depoimento ao juiz federal Marcelo Bretas que, entre 2007 e 2016, roubou R$20 milhões de verba de campanhas eleitorais. Após a confissão, ele foi questionado pelo magistrado se teria interesse de se desfazer de bens pessoais para ressarcir danos e reparar erros e Cabral respondeu afirmativamente.

O assunto foi retomado ao fim da audiência com o advogado de defesa Rodrigo Rocca que buscou esclarecimentos. Bretas disse que, caso o ressarcimento ocorra, o montante será destinado aos cofres do estado ou da União.

Assim como em outras ocasiões, Cabral admitiu envolvimento em esquemas de caixa 2 e acrescentou que a movimentação de recursos de doações eleitorais teria sido da ordem de R$500 milhões ao longo de aproximadamente 15 anos.

“O modelo [de financiamento de campanha] era esse. Eu não inventei. Ele existia antes de mim. (…) Eu pedia dinheiro de campanha e era muito dinheiro sim. Porque eu não era responsável só pela minha campanha. E, de uma maneira vaidosa, quis eleger prefeitos, vereadores”, disse. Ele, no entanto, não quis nomear demais políticos beneficiados com os recursos arrecadados.

O ex-governador disse ter se perdido diante de tanto poder e ‘lamentou’ os excessos.

 

Siga-nos no Facebook

1 Comentário em Sergio Cabral confessa ter embolsado R$ 20 milhões: “Me perdi diante de tanto poder”

Deixe uma resposta

error: