Gilmar solta Orlando Diniz, homem que patrocinou eventos do Instituto que o ministro é sócio

Gilmar libertou 15 presos recentemente.

O décimo quinto libertado foi Orlando Diniz, ex-presidente da Fecomércio-RJ, beneficiado por um HC de Gilmar nesta sexta.

Detido preventivamente por suspeita de empregar funcionário fantasma e de ter lavado dinheiro de corrupção do esquema do ex-governador Sérgio Cabral, Diniz era presidente da Fecomércio-RJ quando a entidade patrocinou com R$ 50 mil um evento realizado pelo Instituto de Direito Público (IDP), instituição da qual Gilmar é sócio.

A Fecomércio-RJ sob a gestão de Diniz também pagou R$ 68 milhões ao escritório de advocacia de Lula

No HC, o ministro alega que os supostos crimes são graves, mas ocorreram em um tempo “consideravelmente distante da decretação de prisão”. O próprio Ministério Público Federal, diz Gilmar, não imputa delitos ao investigado após o ano de 2011.

Além disso, o magistrado diz que a prisão foi fundamentada na necessidade de assegurar a recuperação dos valores desviados, não no risco de Diniz fugir da Justiça. “Não vejo adequação da prisão preventiva a tal finalidade, na medida em que recursos ocultos podem ser movimentados sem a necessidade da presença física do perpetrador”, diz.

Na última quarta-feira, o Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF2) havia decidido por unanimidade manter Diniz preso.

Com informações do site jurídico JOTA

Siga-nos no Facebook

1 Comentário em Gilmar solta Orlando Diniz, homem que patrocinou eventos do Instituto que o ministro é sócio

  1. Gilmar e Marco Aurelio, farinhas do mesmo saco. Rua com eles antes que soltem todos os corruptos e ladrões do Brasil. Em especial os políticos. Os dois têm medo de que o povo ganhe e escorrace com eles.

Deixe uma resposta

error:
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.