Arcebispo pede perdão por ter deixado acontecer “missa” pró-Lula em Aparecida

Após o reitor do Santuário Nacional de Aparecida cometer heresia e rezar por Lula durante uma “romaria” de militantes do ex-presidente condenado, católicos utilizaram as redes sociais para condenar tamanha blasfêmia. A página do Santuário foi tomada por católicos e cristãos de outras denominações, profundamente escandalizados com a conduta do reitor. A nota atribuída à página da igreja despencou. Poucas horas após a missa, a página tinha nota 4,7, próxima da nota máxima. Hoje a nota é 4,3. A página tem mais de meio milhão de seguidores, e tinha 60 mil avaliações máximas antes da missa. As notas mínimas, que eram raras, saltaram para 11 mil.

Nos comentários, os fiéis afirmaram que não pretendiam mais contribuir para as obras ou a manutenção do santuário e pediam o afastamento e excomunhão do reitor que defendeu durante a missa um criminoso condenado pela justiça

O santuário divulgou uma nota de desculpas, onde afirma que “a Arquidiocese de Aparecida e a Congregação Redentorista não defendemos uma posição político-partidária, que é contrária ao Evangelho”.

Saudação e Bênção a todos,
Nós, Dom Orlando Brandes, Arcebispo da Arquidiocese de Aparecida; Pe. José Inácio de Medeiros, Superior Provincial dos Missionários Redentoristas da Província de São Paulo; Pe. João Batista de Almeida, Reitor do Santuário Nacional de Aparecida, através desta nota, nos dirigimos ao povo brasileiro e, em especial, aos devotos de Nossa Senhora Aparecida. Manifestamos nosso profundo pesar pelo desapontamento que causamos a todos. Pedimos perdão pela dor que geramos à Mãe Igreja, aos fiéis e às pessoas de boa vontade.
Em nossa Ação Pastoral, o Santuário Nacional, a Arquidiocese de Aparecida e a Congregação Redentorista não defendemos uma posição político-partidária, que é contrária ao Evangelho. Estamos sim, em comunhão com o Magistério e com a Doutrina Social da Igreja.
Contudo, eu, Pe. João Batista, Reitor do Santuário Nacional, manifesto meu pesar e peço o perdão de todos que se sentiram ofendidos pela maneira como conduzi a celebração da missa das 14 horas, do último dia 20 de maio. Quero reafirmar meu compromisso com a Arquidiocese de Aparecida, com a Congregação do Santíssimo Redentor, com os colaboradores e voluntários do Santuário Nacional e com todos os que bebem dessa fonte de restauração de vidas.
Encerrando, renovamos nosso pedido de perdão e confiamo-nos à oração de todos. Pois, com a Mãe Aparecida, “tudo o que é quebrado pode ser restaurado”. Queremos continuar fazendo do Santuário Nacional a Casa da Mãe de todo o povo brasileiro.
Interceda por todos nós a Mãe Aparecida, Rainha e Padroeira do Brasil, a Mãe da Misericórdia.
Padre João Batista de Almeida
Reitor do Santuário Nacional

Padre José Inácio de Medeiros
Provincial da Unidade Redentorista de São Paulo

Dom Orlando Brandes
Arcebispo de Aparecida

Siga-nos no Facebook

7 Comentários em Arcebispo pede perdão por ter deixado acontecer “missa” pró-Lula em Aparecida

  1. Sou católico com uma tradição milenar, melhor, fui, enquanto os responsáveis por isto não forem chamados pelo Reverendíssimo Papa Francisco ao Vaticano e ficar com estes responsáveis de castigo no próprio Vaticano! Minha fé na N.S. Aparecida não mudou. Continuo a rezar meu Terço diariamente. Mas não irei mais frequentar a Igreja Católica! Que Deus me perdoe…

    • Tbm eu, choquei profundamente c isso. Porem jamais deixarei de ir comungar Jesus na Sta Eucaristia nas celebraçoes dominicais e trabalhos da minha igreja S Rafael, paroquia da qual participo a muitos anos ajudando as familias carentes e levando Jesus Cristo Eu caristico juntamente com suas palavras de vida. Afinal, a igreja e santa e pecadora e o proprio Deus assim permite. A messe e grande e os operarios sao poucos. Jesus nos chama para ajudar na construçao do seu reino. De mais a mais devemos ir a casa do Senhor e por Ele nao pelos outros. O perdao e reflexo maior do amor de Deus. Mostremos que amamos, perdoemos e continuemos a caminhada que e isso o qua Deus espera de nos, amigo!
      Deus nos perdoe e nos abençoe!
      AMEM!

      • Concordo com os bons cristãos.Infelizmente “alguns padres” têm abraçado uma causa injusta e comunista. Se os frutos apresentados por essa árvore má, o PT,
        são podres e anarquistas, temos que tomar atitude de cristãos para salvar as honra e a moral das famílias brasileiras, que são contra o comunismo e a corrup-ção deste partidinho de merda, responsável pela bancarrota do Brasil e autor daquela cartilha do diabo endereçada ás escolas infantís, sob a égide de educação moderna e que não passa de um fruto podre comunista.Aconselho os pais que mantêm seus inocentes filhos nessas depravadas escolas, que os retirem imediatamente e junto com a comunidade cristão depredem e queimem
        esses prostíbulos! Jose Lima.

  2. Católicos de merda, deixar de contribuir com a obra do Santuário e denegrir a imagem da Santa Igreja por causa de posicionamento político. Isso é de um egocentrismo estupdo.

  3. A greja tem que obedecer o catecismo catolico e pronto agora esses padres da teologia da libertaação esta bagunçando a igreja de cristo.

Deixe uma resposta

error: