PT deixa discurso de golpe de lado e fará aliança com partidos pró-impeachment em 16 estados

Diz O Antagonista:

Em pelo menos 16 estados o PT negocia alianças com partidos que votaram a favor do impeachment de Dilma Rousseff, publica a Folha.

O governador do Ceará, Camilo Santana, do PT, trabalha para manter na base o MDB, o PPS e o DEM.

No Piauí, o governador petista Wellington Dias quer manter o PP, do senador Ciro Nogueira e o MDB.

Na Bahia, a chapa de Rui Costa apoiará a candidatura ao Senado de Ângelo Coronel, do PSD.

O PT do Acre vai liderar uma frente com 14 siglas – entre elas, PV, PRB e PSB.

As articulações acontecem ainda em Alagoas, Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Pernambuco, Paraná, Rio Grande do Norte, Rondônia, Roraima e Sergipe.

Contribua com o trabalho da República de Curitiba: clique aqui

Siga-nos no Facebook

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

error:
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.