Ministério Público diz que presidente da OAB-DF ficou com 1/3 da propina da JBS-Friboi

O MPF denunciou o presidente da OAB-DF, Juliano Costa Couto, o procurador da República Ângelo Goulart, o advogado Willer Tomaz, o empresário Joesley Batista e mais duas pessoas por crimes como corrupção e lavagem de dinheiro, além de violação de sigilo funcional.

Eles são acusados de participação em um esquema para atuar junto à Justiça Federal do DF e corromper um procurador da República com a finalidade de defender interesses da J&F, evitando a ofensiva e controlando a Operação Greenfield, que apura desvios nos maiores fundos de pensão do país. No esquema, segundo a Procuradoria Regional da República da 1ª Região, o grupo teria acertado um pagamento inicial de R$ 3,7 milhões, maquiado por um contrato de prestação de serviço de escritório de advocacia.

De acordo com a denúncia,”não há a menor sombra de dúvida” de que o presidente da OAB-DF “efetivamente foi um dos articuladores do acerto” entre Joesley Batista e Francisco de Assis e Silva, ambos da J&F, para a contratação do advogado Willer Tomaz pelo grupo, por meio da empresa Eldorado Celulose, com objetivo de favorecer a empresa junto ao procurador Âneglo Goulart e à Justiça Federal do DF.

De acordo com os procuradores, “os denunciados Joesley Batista, Francisco de Assis e Silva e Willer Tomaz de Souza ocultaram e dissimularam a natureza criminosa, a movimentação e propriedade total dos valores, sendo 1/3 da vantagem financeira paga para remunerar a prática do crime de corrupção passiva por parte do procurador Ângelo Goulart verdadeiro proprietário e destinatário da quantia, outro 1/3 para André Gustavo que iniciou as tratativas de negociação ligando corruptores corrompido e 1/3 para Juliano Costa Couto, que impedido de atuar as claras seguiu o plano criminoso em comunhão de esforços com Willer Tomaz.”

Contribua com o trabalho da República de Curitiba: clique aqui

Siga-nos no Facebook

1 Comentário em Ministério Público diz que presidente da OAB-DF ficou com 1/3 da propina da JBS-Friboi

  1. Meu Deus como temos bandidos no PODER para todos os lados, quanto mais o Ministério Publico investigar mais bandidos irão aparecer, parece que não tem fim, pobre de nós o POVÃO, como iremos nos defender futuramente se continuar essa podridão no legislativo, executivo e até no judiciário.

Deixe uma resposta

error:
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.