PF vai usar imagens para identificar membros do MTST que invadiram o tríplex do Lula

A Polícia Federal vai utilizar fotos e vídeos para identificar as pessoas que invadiram o Condomínio Solaris e o apartamento de cobertura triplex do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em Guarujá, no litoral de São Paulo. Houve arrombamento de portas e moradores foram hostilizados, segundo apuração prévia do órgão.

Aproximadamente 50 integrantes do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) e da Frente Povo Sem Medo (dois grupos ligados ao PT) ocuparam o imóvel após invadir o edifício, localizado na orla da Praia das Astúrias, na segunda-feira (16). Eles permaneceram no apartamento por cerca de quatro horas e o deixaram após negociação com policiais militares, que ameaçaram prender todos os meliantes caso eles não se rendessem imediatamente.

A competente delegada da Polícia Federal Luciana Fuschini abriu inquérito no mesmo dia por “esbulho possessório”, quando há uma invasão violenta feita por um grupo a um bem. O caso é atribuição do órgão, pois o triplex foi confiscado pela Justiça durante as investigações da Operação Lava Jato, que condenou Lula, e vai a leilão.
Os grupos de ‘Sem-Teto’ invadiram na tentativa de evitar o Leilão e proteger o patrimônio de Lula, mas a manobra não deu certo e o bem será leiloado e o dinheiro revertido ao país.

Siga-nos no Facebook

2 Comentários em PF vai usar imagens para identificar membros do MTST que invadiram o tríplex do Lula

  1. LUGAR DE TERRORISTA É A CADEIA OU O PAREDÃO, ESTA MAIS DO QUE
    NA HORA DE RESPONSABILIZAR OS CANALHAS QUE DIRIGEM ESSES GRUPOS
    TERRORISTAS OU MELHOR QUADRILHAS, POIS SÃO O PIOR LIXO JÁ ´RODUZIDO[
    PELA HUMANIDADE.

Deixe uma resposta

error:
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.