Gleisi empina o nariz, desacata ordem judicial e diz que o MST não irá sair de Curitiba

No último dia 13, a Justiça do Estado do Paraná (em despacho assinado pelo juiz Jailton Juan Carlos Tontini, da 3ª Vara de Fazenda Pública de Curitiba) fixou multa de R$ 500 mil por dia aos movimentos sociais que ocupam o entorno da Superintendência da Polícia Federal (PF) em Curitiba.

A decisão teria que ser cumprida imediatamente.

O juiz alegou que os manifestantes (contra e pró-Lula) estariam descumprindo uma ordem liminar do dia 8, que determinava que os réus não impedissem o trânsito de pessoas na área e que não fossem montados acampamentos e estruturas semelhantes nas proximidades da PF.

O magistrado também citou “evitar a necessidade de medidas mais enérgicas, como, por exemplo, o uso de força policial”.

Bem, como já sabemos, é praxe do PT desacatar juízes, policiais, autoridades, enfim, eles acham que fazem as leis.

Ouça o que disse hoje a senadora Gleisi Hoffmann:

“Vamos continuar aqui e ponto final. Nós avisamos e vamos ficar aqui até o Lula ser solto”

Contribua com o trabalho da República de Curitiba: clique aqui

Siga-nos no Facebook

2 Comentários em Gleisi empina o nariz, desacata ordem judicial e diz que o MST não irá sair de Curitiba

  1. Com uma Justiça desmoralizada da nisso! Esculhambação Geral! Se fosse nos USA,já estariam presos!Mas,aqui nessa República de Banania,não acontece nada!Vergonha!

Deixe uma resposta

error:
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.