Delegado que originou a Lava Jato assume Coordenação-Geral de Repressão à Corrupção da PF

O Estadão informa que Márcio Adriano Anselmo assume a Coordenação Geral de Repressão à Corrupção da Polícia Federal:

Responsável por iniciar as investigações da Operação Lava Jato, em Curitiba, à partir da retomada em 2013 de um inquérito de 2009 que estava parado, o delegado da Polícia Federal Márcio Adriano Anselmo está prestes a assumir a Coordenação-Geral de Repressão à Corrupção (CGRC) da corporação, em Brasília.

E decidiu reforçar a equipe de lavagem de dinheiro com dois nomes da equipe de delegados do Paraná que atuavam com ele no escândalo Petrobrás para reforçar a nova estrutura da área: Maurício Moscardi Grillo e Renata da Silva Rodrigues.

Anselmo é considerado a alma da Lava Jato. Foi ele que sob o comando da delegada Erika Marena identificou nas escutas do Posto da Torre, em Brasília, do doleiro Carlos Habib Chater, o “Beto”, doleiro Alberto Youssef e desencadeou os fatos que resultaram em março de 2014 na primeira fase da Lava Jato.

Depois de ajudar a prender Marcelo Odebrecht, em junho de 2015, e conduzir as investigações do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Anselmo deixou o grupo da Lava Jato em 2016, com a crise na força-tarefa gerada pelas interferências da Procuradoria Geral da República (PGR). Passou pelo cargo de corregedor na Superintendência da PF no Espírito Santo e atualmente comanda a Divisão de Repressão aos Crimes Financeiros (DFIN).

(O Estado de S. Paulo)

Siga-nos no Facebook

2 Comentários em Delegado que originou a Lava Jato assume Coordenação-Geral de Repressão à Corrupção da PF

  1. Randulfo da Silva Pereira – Se às hostes da Polícia Federal e de procuradores como Sérgio Moro, Dallangnol, Marcelo Bretas e outros espalhados por esse Brasil a fora, mesmo com eventuais falhas humanas, acho que poderemos voltar a acreditar na Justiça onde todos serão iguais perante a Lei. Onde nossos filhos poderão espelhar em exemplos, não só dentro da família, mas também na sociedade em sua maioria. Palmas para esse pessoal.

Deixe uma resposta

error: