Se acabar com prisão em segunda instância, STF vai perder a autoridade e o respeito, diz Fux

No momento em que ministros ligados ao PT no STF tentam rever a prisão após condenação em segunda instância, o ministro Luiz Fux alertou, nesta sexta-feira, para o risco que a mudança da jurisprudência acarretaria para a autoridade da Corte perante a sociedade.

— O que eu disse nesse julgamento recente é que não tem sentido que um ano e meio depois se possa mudar a jurisprudência, porque a jurisprudência é um argumento da autoridade. E para se ter autoridade tem que se ter respeito. E um tribunal, para gerar respeito junto à cidadania, tem que se respeitar. Um tribunal que não se respeita, ele perde a sua legitimação democrática — disse Fux, ao discursar em evento do Tribunal de Justiça do Rio.

E acrescentou:

— No momento em que um tribunal superior perde sua legitimação democrática, ele perde o respeito e se instaura a desobediência civil.

Ao votar contra o HC do ex-presidente Lula, condenado em segunda instância no processo referente ao tríplex do Guarujá, o ministro disse que o STF sairia enfraquecido caso decidisse de forma contrária ao firmado em 2016, quando autorizou o início do cumprimento da pena antes do trânsito em julgado, ou seja, antes do esgotamento dos possíveis recursos. Na ocasião, Fux afirmou que o respeito à sua própria jurisprudência era dever do Poder Judiciário, e que “uma instituição que não se respeita não pode exigir o respeito dos destinatários de suas decisões, que são a sociedade e o povo”.

Siga-nos no Facebook

1 Comentário em Se acabar com prisão em segunda instância, STF vai perder a autoridade e o respeito, diz Fux

  1. O RESPEITO É O PRIMEIRO FUNDAMENTO DA VIDA EM SOCIEDADE, NUM
    ESTADO DEMOCRÁTICO O RESPEITO É A BASE DETUDO,POREM UMA INSTITUIÇÃO
    PRA SER RESPEITADO DEVE ANTES SE RESPEITAR COMO PODER, COMO
    INSTITUIÇÃO DE UM PODER. AQUELE QUE NÃO SE RESPEITA NÃO MERECE
    RESPEITO.

Deixe uma resposta

error:
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.