No enterro da PM Caroline, “não teve reportagem da Globo, não teve uma nota da ONU, não teve telefonema do papa para a família”

NOTA. Circulam imagens do enterro da PM Caroline Pletsch, de 32 anos, assassinada em Natal, Rio Grande do Norte, na segunda-feira, 26.

Julio Franco escreveu em seu Facebook“Não teve reportagem da Globo, não teve uma nota da ONU, não teve telefonena do papa para a família, não teve feminista protestando, não teve direitos humanos nem textão no Facebook.”

Veja as imagens:

29597521_1833819700251341_2796806948964056598_n22308803_1833820276917950_5159707865114062862_n29594770_1833819743584670_5642302941798300182_n29595540_1833820280251283_2934492666480602226_n

Siga-nos no Facebook

26 Comentários em No enterro da PM Caroline, “não teve reportagem da Globo, não teve uma nota da ONU, não teve telefonema do papa para a família”

  1. Aqui vai a minha homenagem a ela. Meu tio era um Policial Militar exemplar. Ele foi baleado covardemente pelas costas. Deus recebe a alma de Caroline.

    • Náo vi a reportagem inicial mas pressponho que ela foi morta por bandidos. Melhor para os policiais matar antes e pegar puniçoes, vivo! Bala nos caras, bandido tem que estar morto!!!

  2. Deus que dê conforto a seus familiares e a receba de braços abertos a direita de Deus pai, ela se foi, mas deixou um legado de bravura honestidade e a certeza do dever cumprido com a maior das honrarias militares.

  3. Infelizmente os valores estão sendo invertidos, esse é o país em que vivemos.
    É muito triste ver isso ,você receberá suas homenagens merecidas no céu Caroline!

  4. ENQUANTO BANDIDO PUDER VIVER LIVRE, NÓS SOFREREMOS ESSES TIPO DE VIOLÊNCIA . AQUELES QUE SE DISPUSERAM A DAR SUA VIDA PARA PROTEGER A SOCIEDADE, SÃO CAÇADOS COMO SE FOSSEM ELES OS BANDIDOS.

  5. Direitos humanos aqui só existe para bandidos, vagabundos “vítimas da sociedade”!!! Há uma tremenda inversão de valores em nosso país. Isso precisa mudar!!!!

  6. Uma covardia, não só dos que a mataram mas dos responsáveis pela qualificação e treinamento deste pessoal. Jogam eles nas ruas totalmente despreparados, sem qualquer condição de se defenderem e muito menos fazerem algo pela segurança da sociedade. É um crime o que estão fazendo com estes jovens. Iludindo-os fazendo-os acreditarem estar preparados para enfrentar a barbárie que assola o nosso país. muitos acabam se acovardando para o lado criminoso e os de bem, acabam abatidos desta forma. conselho que eu dou, peçam baixa coletiva. Só assim poderão fazer os seus superiores entenderem o que está acontecendo.

Deixe uma resposta

error: