Enquanto Brasil gritava gol, STF solta Picciani e livra a cara de Jucá

Enquanto o Brasil ganhava do time reserva da Alemanha, Romero Jucá se livrou de uma denúncia, Demóstenes Torres ganhou o direito de se candidatar e Jorge Picciani soube que vai para casa.

JUCÁ:

Por unanimidade, a Segunda Turma do STF livra Romero Jucá e Jorge Gerdau, rejeitando a denúncia da PGR contra os dois no âmbito da Operação Zelotes.

Para o relator, Edson Fachin, a acusação era frágil e sem elementos que a embasassem. Dias Toffoli chegou a dizer que a denúncia da Procuradoria foi uma tentativa de “criminalizar a política”.

PICCIANI:

A Segunda Turma do STF acaba de conceder habeas corpus a Jorge Picciani, para converter a prisão preventiva do ex-presidente da Alerj em prisão domiciliar.

Dos três ministros presentes, Dias Toffoli e Celso de Mello votaram por permitir a prisão domiciliar no caso de doença grave –o deputado estadual, segundo sua defesa, sofre de câncer de próstata. Edson Fachin foi voto vencido.

É o grande acordo nacional, com o Supremo, com tudo.

 

Contribua com o trabalho da República de Curitiba: clique aqui

Siga-nos no Facebook

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

error:
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.