Sergio Moro manda prender condenado em segundo grau

Sergio Moro mandou prender nesta segunda-feira o empreiteiro Gérson Almada, da Engevix.

De acordo com Moro, Almada deve se apresentar na carceragem da Polícia Federal (PF), em Curitiba, na terça-feira (20). Depois, deve ser transferido para o Complexo Médico-Penal em Pinhais, na Região Metropolitana da capital paranaense.

Em 2015, na primeira instância, o empresário foi condenado a 19 anos de prisão por corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

Em 2017, o Tribunal Federal da 4ª Região (TRF-4) elevou a pena de Almada para 34 anos e 20 dias de reclusão.

Prisão depois da condenação em segunda instância
Nesse despacho, Moro se posicionou diante de “rumores sobre possível mudança na jurisprudência do Plenário do Supremo Tribunal Federal”. A discussão a qual o juiz federal se refere é sobre a prisão após a condenação em segunda instância.

“[…] uma eventual alteração seria desastrosa para os avanços havidos recentemente em prol do fim da impunidade da grande corrupção no Brasil”, escreveu.

 

Siga-nos no Facebook

1 Comentário em Sergio Moro manda prender condenado em segundo grau

  1. NOBRE JUIZ SERGIO MORO, TU ESQUECE QUE A MAIORIA DOS MINISTROS DO SUPREMO DEVE MUITO A SEU NOMEADOR, DEVEM ESTAR ENVOLVIDOS ATE A RAIS DOS CABELOS E SABEM QUE SE O BANDIDO LUIZ INÁCIO FOR PRESO CERTAMENTE ELE VAI CANTAR E ENTREGAR TODOS OS CUMPLICES. E COMO QUEM TEM CÚ TEM MEDO.

Deixe uma resposta

error: