Lula fica de cabelo em pé após notícia de que Moro mandou prender executivo 4 dias depois do julgamento de recursos

Confira na íntegra a análise do Blog Ceticismo Político:

Sergio Moro expediu o mandado de prisão contra o ex-executivo da Engevix, Gerson de Mello Almada, após sua condenação em segunda instância apenas quatro dias após a apreciação dos últimos recursos do réu pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) em Porto Alegre.

A situação de Lula tende a ser semelhante. O juiz havia condenado Lula a nove anos de prisão, a defesa recorreu ao TRF-4 que aumentou a pena em mais de três anos. Agora está marcado para que no dia 26 de março os mesmos desembargadores avaliem os embargos apresentados pelos advogados do petista. Se os embargos forem recusados, Moro pode expedir a prisão até no mesmo dia se quiser.

A verdade é que só alguma manobra suja do Supremo poderá salvar o petista, não é por acaso que seu partido tem pressionado os ministros do STF a qualquer custo, além dos próprios ministros que são aliados ao petismo.

Siga-nos no Facebook

1 Comentário em Lula fica de cabelo em pé após notícia de que Moro mandou prender executivo 4 dias depois do julgamento de recursos

Deixe uma resposta

error:
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.