União exige de volta R$ 429 milhões investidos pelo BNDES na JBS/Friboi

O Portal UOL informa:

A União cobra de volta R$ 429 milhões referentes a investimentos feitos pelo BNDESPar – braço de investimentos do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) para participações em empreendimentos– em ações da JBS. A operação ocorreu quando a empresa, hoje controlada pela holding J&F, iniciou sua expansão internacional com aquisições de companhias produtoras de carnes nos Estados Unidos, em 2007 e 2008. Ainda cabe recurso.

Os papéis não valiam o que foi pago pelo banco estatal, apontam as investigações e auditorias que começaram com a Operação Bullish, da Polícia Federal. A cobrança diz respeito apenas à diferença entre o valor real das ações na ocasião das operações de compra e o que foi efetivamente pago pelo BNDES — a diferença de preço chega a 49,1%, dependendo da operação e do referencial.

Com informações produzidas nos inquéritos da PF e do MPF (Ministério Público Federal), mais as informações da colaboração premiada de Joesley Batista e outros executivos da J&F, o TCU (Tribunal de Contas da União) iniciou diversas Tomadas de Contas Especiais –processos de investigação mais aprofundados que são instaurados quando há indícios de irregularidades– referentes aos negócios do BNDES com as empresas dos irmãos Batista.
Além de constatar que os negócios eram ruins do ponto de vista da União, as investigações encontraram uma espécie de “superfaturamento” no preço pago pelas ações em pelo menos duas operações de aporte de capital do BNDESPar na JBS.

Siga-nos no Facebook

1 Comentário em União exige de volta R$ 429 milhões investidos pelo BNDES na JBS/Friboi

  1. TODOS OS NEGOCIOS FEITOS PELO BNDES NO DESGOVERNO DO PT/LULA, TEM ALGUM TIPO DE SUJEIRA, TA NA HORA DO MPF LEVANTAR TODAS ESSAS CONTAS,
    FINANCIAMENTO DO PORTO DE MARIEL EM CUBA
    ESTRADAS NA ETIÓPIA
    TUDO ESTA SUPERFATURADO.

Deixe uma resposta

error:
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.