“Vagabundos não vão me intimidar”, diz dono da Riachuelo sobre invasão do MST

O presidenciável Flávio Rocha disse que não vai se deixar intimidar pelo MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra) depois de invasão na fábrica do Grupo Guararapes — do qual faz parte a Riachuelo, que é presidido por ele.

Um grupo de mulheres do MST e da Marcha Mundial de Mulheres invadiu uma fábrica na região metropolitana de Natal (RN), às 6h da manhã desta quinta (8).

“Quero dar um recado a esse grupo de vagabundos, que querem me intimidar, que não vão conseguir. Só aumentam minha disposição de luta para que o Brasil tenha um presidente que feche a torneira de dinheiro público para esse grupo de terroristas”, disse Rocha.

Cerca de 800 pessoas, segundo informações dos organizadores, teriam tentado impedir a entrada das funcionárias, que conseguiram furar o bloqueio.

O ato terrorista durou cerca de duas horas.

Siga-nos no Facebook

1 Comentário em “Vagabundos não vão me intimidar”, diz dono da Riachuelo sobre invasão do MST

  1. Esse é mais um ato terrorista! Fizeram na Globo e agora nessa firma de trabalhadores! Onde estão as autoridades que não prendem e enquadram esses grupos de terroristas? Isso não é uma marcha!

1 Trackbacks & Pingbacks

  1. “Vagabundos não vão me intimidar”, diz dono da Riachuelo sobre invasão do MST

Deixe uma resposta

error: