Lula é massacrado no STJ, perde de 5 a 0 e fica mais próximo do xilindró

Análise do Jornal da cidade:

 

O milionário reforço de Sepúlveda Pertence não foi suficiente para turbinar a defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O Superior Tribunal de Justiça impôs derrota unânime ao petista.

Sepúlveda fez a sua estreia em sua mais rentável causa, ocupando a tribuna e sofrendo um retumbante revés. Todos os ministros denegaram a ordem.

O relator Félix Fischer negou o Habeas Corpus e marcou o placar de 1 a 0. O ministro Jorge Mussi, após citar inúmeros precedentes de pedidos de liberdade preventivos já negados pelo STJ, acompanhou o relator. 2 a 0.

O ministro Reynaldo Soares da Fonseca, o terceiro a votar, prosseguiu na imposição de derrota ao ex-presidente. 3 a 0. O quatro a votar foi o ministro Marcelo Navarro Ribeiro Dantas. Assim como seus colegas, ele alegou que o julgamento no TRF-4 ainda não foi concluído, já que os desembargadores ainda não apreciaram os embargos de declaração da defesa e também votou para que a ordem fosse denegada. 4 a 0.

Fechando o placar, votou o ministro Joel Ilan Paciornik. O massacre foi estabelecido. 5 a 0. Sepúlveda Pertence ficou extremamente abatido. Ele esperava uma melhor performance. Derrota fragorosa do meliante petista. Lula está bem mais próximo da cadeia.

Contribua com o trabalho da República de Curitiba: clique aqui

Siga-nos no Facebook

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

error:
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.