Polícia Federal faz busca e apreensão no apartamento Jaques Wagner

A Polícia Federal cumpre na manhã desta segunda-feira, mandados de busca e apreensão no apartamento do ex-governador da Bahia e possível candidato à Presidência no lugar de Lula, Jaques Wagner.

Comprovado envolvimento de Wagner no esquema do Estádio Fonte Nova, o PT perde o substituto natural de Lula na disputa presidencial. Sua última tacada seria lançar Haddad ou apoiar Ciro Gomes, algo menos provável.

As buscas estão sendo feitas no âmbito da Operação “Cartão Vermelho”, que investiga supostas irregularidades nos serviços de demolição, reconstrução e gestão do estádio da Fonte Nova para a Copa do Mundo de futebol de 2014.

Sete endereços estão sendo alvo de buscas, que foram autorizadas pelo Tribunal Regional Federal da 1ª Região, para obtenção de provas complementares do desvios de dinheiro público. Um deles é o aparatamento de Wagner, no Corredor da Vitória.

Segundo a Polícia Federal, o inquérito apurou a existência de irregularidades como fraude em licitação, superfaturamento, desvio de verbas públicas, corrupção e lavagem de dinheiro na construção do Estádio.

As investigações da PF apontam que a licitação que resultou na parceria público-privada para construção e gestão do estádio teria sido direcionada para beneficiar o consórcio Fonte Nova Participações, parceria entre OAS e Odebrecht, esse direcionamento foi viabilizado via propina.

A obra teria sido superfaturada em pelo menos R$ 450 milhões, em valores corrigidos. Parte dos recursos teriam sido destinados ao financiamento de campanhas eleitorais do PT

Siga-nos no Facebook

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta