Propina financiava até IPVA e conta de luz de Gleisi, diz delator

A Veja informa que em depoimento inédito colhido pela Procuradoria-Geral da República, o advogado Marcelo Maran detalhou como dinheiro desviado dos cofres públicos financiou, além das campanhas eleitorais de Gleisi Hoffmann, o conforto da senadora e de sua família.

Segundo Maran, despesas comezinhas da atual presidente do PT e do marido, o ex-ministro Paulo Bernardo, eram bancadas por uma conta-propina abastecida, na ponta, pelo dinheiro do contribuinte. Os gastos incluíam gasolina, taxas de IPVA, conta de luz, condomínio, conserto de liquidificador, brinquedos para seus filhos e pequenos luxos, como motorista particular – informações que ela nega.

A PF descobriu que Gleisi Hoffmann recebeu mais de 23 milhões de reais em propinas, diz o site O Antagonista.

Quem fez a conta foi a Revista Veja, que obteve acesso a todos os inquéritos nos quais a presidente do PT é investigada.

Segue a divisão da propina:

7 milhões de reais desviados do ministério do Planejamento
5 milhões de reais da Odebrecht
10 milhões de reais da JBS
1 milhão de reais diretamente do Petrobras
Gleisi é presidente do PT, ré da Operação Lava Jato e, segundo o MPF, seu codinome é “Amante” nas planilhas de propina da Odebrecht. Gleisi deu perda total.

Siga-nos no Facebook

12 Comentários em Propina financiava até IPVA e conta de luz de Gleisi, diz delator

  1. Essa gleisi Hoffmann e uma bandida. Come quieta… Por isso lutava c unhas e dentes pra continuar no cargo de senadora. Acabou a mamata, sua pilantra… Agora, vai ter q trabalhar… Estamos de olho em vc.

  2. Eu gostaria de orgulhar ao meus 73 anos de ver todos esses corruptos no xadrez para que meus netos se orgulhe de ser brasileiros, dizendo no. Brasil existem leis (capitão salve nosso Brasil)

  3. Acredito nisso…
    As pessoas estão compartilhando que o Brasil vai mudar após as eleições. Meus queridos, o Brasil vai mudar sim! Vai mudar quando o brasileiro mudar. Vai mudar quando você devolver o troco errado para o caixa. Vai mudar quando você marcar consulta no SUS ou particular, e for.
    Vai mudar quando você respeitar as pessoas. Vai mudar quando você respeitar a opinião das pessoas. Vai mudar quando você respeitar as diferenças.
    Vai mudar quando você desligar a TV e ler um livro. Vai mudar quando você for à reunião da escola do teu filho. Vai mudar quando você parar de comprar um telefone com o valor maior que teu salário. Vai mudar quando você valorizar os professores do teu filho.
    Vai mudar quando você parar de fazer gato na energia, na internet e na TV a cabo. Vai mudar quando você parar de cortar filas. Vai mudar quando você parar de chamar negro de “moreninho”. Vai mudar quando você parar de chamar o filho do vizinho de viado.
    Vai mudar quando você, casado, deletar o app de namoro. Vai mudar quando você deixar de te preocupar se a moça não se depila.
    Vai mudar quando você não sair correndo para colocar gasolina e apoiar uma classe.
    Vai mudar quando você parar de reclamar que no mês não tem feriado. Vai mudar quando você ensinar para seu filho que o porteiro merece o mesmo respeito que o delegado.
    Vai mudar quando você prometer pegar teu filho no final de semana e for.
    Vai mudar quando você parar de dar brinquedos caros ao seu filho, e sentar no chão para brincar com ele.
    Vai mudar quando você parar de chamar a moça de “cachorra”.
    Vai mudar quando você der valor para o trabalho que tua esposa realiza em casa.
    Vai mudar quando você deixar de achar o cabeleireiro barato e pedir desconto ao dentista. Vai mudar quando você parar de compartilhar desgraça no face e saíres para fazer um trabalho voluntário.
    Vai mudar quando você souber a diferença entre notícia com fundamento e fake news.
    Vai mudar quando você votar em candidato sem pensar no que tu vais ganhar.
    Vai mudar quando você parar de compartilhar onde tem blitz. Vai mudar quando você não usar a vaga da pessoa com deficiência.
    Vai mudar quando você pegar o cocô do teu cachorro. Vai mudar quando enfim você entender que política não é só de 4 em 4 anos, e sim que a política está até no pão com ovo que você come, para pagar o carro do ano…
    Nenhum político é capaz de mudar um país se as pessoas não mudarem suas atitudes!

    Uma boa semana Brasil .

  4. O Brasil será um outro Brasil quando os brasileiros forem patriotas, honestos, não corruptores, quando não mais derem um jeitinho, quando não mais usarem a fila dos preferenciais não sendo preferencial para pagarem as suas contas mais rápido, o Brasil será um outro Brasil, quando o brasileiro aprender a não vender o voto, a não trocar o voto por um milheiro de tijolos ou um metro de arei e mais 5 sacos de cimento, o Brasil será um outro Brasil quando o brasileiro aprender que o voto não é uma mercadoria de escambo e sim um passaporte para poder se exercer a cidadania, o Brasil será um outro Brasil quando o brasileiro não mais votar em corruptos para se beneficiar nas invasões de propriedades privadas para não comprarem terrenos e não pagarem as suas taxas, aí o Brasil será um outro Brasil.

1 Trackbacks & Pingbacks

  1. Propina financiava até IPVA e conta de luz de Gleisi, diz delator – Saj Já

Deixe uma resposta

error:
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.