Jornalistas Paulo Martins e Augusto Nunes rebatem Lauro Jardim: “Bolsonaro nunca falou que fuzilaria a Rocinha”

Neste domingo, o colunista do jornal O Globo Lauro Jardim publicou um texto que viralizou na internet. Na publicação, ele relatou um suposto momento em que Jair Bolsonaro teria declarado a intenção de “metralhar” a favela da Rocinha, no Rio de Janeiro, como receita para resolver o problema da segurança pública no local. Em entrevista ao Morning Show nesta segunda (12), no entanto, Augusto Nunes contou que esteve no evento citado pelo colega e garantiu que a declaração nunca aconteceu.

“Acho que o Lauro foi induzido ao erro. Para minha surpresa, não tem registro em áudio, vídeo nem nada disso. Na verdade, o Bolsonaro se referiu especificamente ao episódio ocorrido no ano passado quando 200 traficantes fugiram com helicópteros em uma cena semelhante àquela de 2010 no Alemão. Ele falou que, nesse caso, ele procuraria a detenção dos caras e, se reagissem, a polícia deveria encarar como um confronto e usar armas de fogo se fosse preciso. Ele não falou em nenhum momento sobre metralhar a Rocinha, isso seria demais”, disse.

O jornalista do SBT/Rede Massa, Paulo Eduardo Martins também rebateu Lauro Jardim e afirmou: “Lauro Jardim publicou que no evento promovido pelo BTG, Bolsonaro disse que pode fuzilar a Rocinha. Pessoas nas quais tenho confiança estiveram no mesmo evento garantem que nada disso foi dito pelo deputado. Ou essa declaração bombástica teria passado desapercebida, o que é pouco provável, ou plantaram mais uma fake news no Jardim do Lauro.”

Contribua com o trabalho da República de Curitiba: clique aqui

Siga-nos no Facebook

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

error:
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.