MST invade e tumultua sede da Eletrobras em Brasília contra a privatização da estatal

Brasília - Integrantes do Movimentos dos Trabalhadores Rurais Sem Terra protestam em frente ao ministério de Minas e Energia (José Cruz/Agência Brasil)

A manutenção da estatal Eletrobras causa enormes prejuízos a nação. O grupo terrorista MST – braço armado do PT – resolveu entrar na briga para manter a empresa como estatal “cabide de empregos”

Na tarde de hoje, Pelegos e baderneiros do Movimento invadiram a sede da Eletrobras, em Brasília, nesta quinta-feira.

Com apitos e camisetas com dizeres contrários à privatização, provocaram um tumulto no prédio.

“Essa baderna promovida na Eletrobras só demonstra a necessidade de reestruturar a empresa, que vem sendo dominada por corporativismo e corrupção”, afirmou o deputado José Carlos Aleluia, relator do projeto na Câmara.

Com informações do Antagonista

Siga-nos no Facebook

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta