Estados Unidos negam visto a Maradona por insulto a Donald Trump

Maior nome da história do futebol argentino, Diego Armando Maradona planejava ir aos Estados Unidos em março para o julgamento de sua ex-mulher, Claudia Villafañe. A viagem, no entanto, não deve acontecer.

Os Estados Unidos negaram o visto ao ex-jogador, mais uma vez. Agora, por conta de um insulto que Maradona fez ao presidente Donald Trump, segundo o “El Clarín”. A informação foi reproduzida pelo jornal catalão “Mundo Deportivo” e outros jornais europeus.

“Quando estávamos para conseguir o visto, Diego disse que Donald Trump é um “chirolita”. Assim, o meu pedido ficou no porão da embaixada – disse Matías Morla, advogado do jogador, ao “El Clarín”.

O significado de “Chirolita” pode ser uma moeda de valor muito baixo ou um fantoche.

O insulto de Maradona aconteceu em uma entrevista do ex-jogador à “Telesur”, emissora controlada pelo governo venezuelano.

Maradona não vai ao país desde 1994, quando foi pego no exame antidoping na Copa do Mundo e suspenso da competição.

Siga-nos no Facebook

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta