“Negar a Lula o direito de se candidatar é compactuar com o golpe”, diz Wagner Moura defendendo a candidatura de criminosos condenados

O ator Wagner Moura, que estreia como cineasta com o filme sobre a vida do guerrilheiro de esquerda Carlos Marighella, afirmou o seguinte à Folha de S. Paulo:

“Sempre achei boba a defesa cega que se faz do PT. Mas negar a Lula o direito de se candidatar é compactuar com o golpe.”

Sobre seu próximo filme, disse que não ficará pronto antes das eleições e que está pronto para ser “odiado pela direita e criticado pela esquerda.” O Filme pretende exaltar a vida do terrorista comunista Marighella, um dos maiores assassinos da história do Brasil.

Enquanto vive a maior parte do tempo nos Estados Unidos em sua mansão, Wagner Moura quer que criminosos condenados pela justiça participem de eleições no Brasil.

Contribua com o trabalho da República de Curitiba: clique aqui

Siga-nos no Facebook

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

error:
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.