Ditador venezuelano emite nota oficial em solidariedade a Lula, dizendo que eleição sem Lula “é fraude”.

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, expressou sua solidariedade ao ex-presidente Lula em um comunicado divulgado nesta quinta-feira, após a decisão do TRF4 de manter a condenação e ampliar a pena do ex-líder brasileiro.

Em nome do “povo e governo venezuelano”, Maduro manifestou “sua absoluta solidariedade e respaldo”ao “companheiro Luiz Inácio Lula da Silva”. A nota também classifica a decisão judicial como “claramente política e antijurídica”.

“Resulta inaceitável e contrário aos princípios democráticos que a direita brasileira, em acordo com poderosos meios de comunicação, manipule instituições judiciais com a intenção manifesta de truncar o regresso da Revolução popular do Brasil pelas mãos de Lula”, diz o comunicado.

Segundo Maduro, a condenação de Lula faz parte de um “golpe continuado contra o povo brasileiro” e de um “ataque sistemático contra a integração latino-americana e caribenha”.

 

Siga-nos no Facebook

3 Comentários em Ditador venezuelano emite nota oficial em solidariedade a Lula, dizendo que eleição sem Lula “é fraude”.

Deixe uma resposta