Para evitar terrorismo petista, entorno do TRF-4 terá bloqueio “aéreo, terrestre e naval” a partir de amanhã

Na manhã dessa segunda feira, foram prestados à imprensa esclarecimentos acerca do esquema de segurança para evitar o terror petista no dia do julgamento do ex presidente Lula no TRF-4.

Aeronaves farão o monitorando do espaço aéreo e embarcações das forças de segurança já estão se posicionando na Orla do Guaíba, nas imediações do tribunal, para evitar acesso à zona restrita. Há possibilidade de se utilizar aeronave para o transporte dos desembargadores, caso haja risco em usar transporte rodoviário.

Na via terrestre, a restrição ao perímetro do TRF-4 será demarcada por meio de gradis, haverá também presença de efetivo policial. Apenas um acesso ao local está permitido, para pessoas previamente cadastradas pelo tribunal.

A área bloqueada afetará o expediente de órgãos públicos. Eles ficarão fechados a partir das 12h de terça. Cerca de 20 linhas de ônibus terão rota desviada a partir da meia-noite de quarta. Na tarde de terça-feira, 23, a circulação até mesmo de pedestres, será controlada, sem horário definido para desbloqueio.

A Avenida da Legalidade terá o trânsito desviado a partir das 5h da manhã de quarta-feira. Outros pontos de manifestações serão monitorados.

As ações dos sicários defensores de Lula ficarão concentradas no Anfiteatro Pôr-do-Sol, a poucas quadras do TRF-4, e na “esquina democrática”, no centro de Porto Alegre. Já as manifestações contrárias ao petista estão sendo convocadas para o Parque Moinhos de Vento.

Atiradores de elite vão ficar no topo de edifícios próximos ao perímetro com a função de observadores, filmando e fotografando os manifestantes.

As informações são do O Estado de S. Paulo.

Confira o mapa do perímetro de segurança:

MapaTRF4Web-col-3.png

Contribua com o trabalho da República de Curitiba: clique aqui

Siga-nos no Facebook

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

error:
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.