Mesmo após fim do imposto, Sindicato tenta cobrar empresário. Veja a resposta:

Um sindicato do interior de São Paulo, na tentativa de continuar faturando após o fim da obrigatoriedade do imposto sindical, tentou cobrar de um empresário que por acaso era um apoiador do Deputado Paulo Eduardo Martins, ninguém menos que o criador do projeto que acabou com o imposto que sustentava os sindicalistas.

Veja a resposta que o empresário deu ao sindicalista:

“Definitivamente NÃO.

Graças ao trabalho hercúleo empenhado em conjunto com o Dep. Paulo Eduardo Martins conseguimos nos livrar da obrigação de sustentar sindicatos, que nada fazem a não ser atuar de forma pelega para políticos socialistas, cujo único objetivo da ceifar a liberdade da sociedade como um todo e sufocar empresários. De proemio adianto, qualquer custo que eventualmente surja com relação a entidades sindicais, nossa resposta será sempre NÃO.

Att.,”

26733693_1841453485873873_4361572383002700894_n

Pelas redes sociais, o Deputado pelo Paraná comentou o assunto: “Amigos, vejam que situação maravilhosa. O sindicato foi cobrar a “Imposto Sindical” do escritório do Dr. Rubens Nunes. Leiam a resposta que ele deu. Estou emocionado.”

O Fim do imposto sindical – capitaneado por Paulo Eduardo Martins – tirou 3 bilhões da mão dos sindicalistas, que utilizavam boa parte deste valor para enriquecimento pessoal e para ajudar o PT em seu projeto de poder, sem se importar com os verdadeiros interesses dos trabalhadores. Uma vitória e tanto para o país.

Siga-nos no Facebook

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta