Moro determina transferência de Sergio Cabral para Curitiba

O juiz Sergio Moro determinou a transferência do ex-governador Sérgio Cabral para um presídio no Paraná. Ele deverá ser levado para o Complexo Médico de Pinhais, na Grande Curitiba, na ala já ocupada por outros presos da Operação Lava-jato.

Moro afirma que se o juiz Marcelo Bretas da 7ª Vara Federal do Rio entender que a transferência não é pertinente no momento, ele poderá ser informado e reavaliar a decisão. O pedido foi feito pelo Ministério Público Federal.

Moro disse que decidiu sem ouvir a defesa de Cabral por entender “ser urgente a transferência para supressão das irregularidades prisionais e ainda por entender que o condenado não tem direito a escolher o local de cumprimento da pena”. Ele promete ainda reexaminar a questão após a manifestação dos advogados de Cabral.

Reportagem publicada pelo GLOBO nesta quinta-feira mostra que o ex-governador tinha direito a regalias dentro do presídio. Por isso, o Ministério Público pediu que ele fosse transferido para Curitiba.

Cabral foi condenado a 14 anos e dois meses de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro pelo juiz Sergio Moro, por acusado de ter recebido R$ 2,7 milhões da empreiteira Andrade Gutierrez sobre contrato em obra do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj). O dinheiro foi usado para a compra de bens de consumo.

Ainda há investigação em curso na 13ª Vara Federal do Paraná, por suposto pagamento feito pela Odebrecht a Cabral, também relacionado a obra do Comperj.

O Ministério Público Federal do Rio apurou benefícios a Cabral no sistema prisional do Rio, durante fiscalização na cadeia pública José Frederico Marques.

Siga-nos no Facebook

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta