Juristas descobrem indícios de fraudes em novas urnas eletrônicas para 2018

O Flextronics Instituto de Tecnologia, que recebeu R$ 7 milhões do TSE para desenvolver novas urnas eletrônicas, pertence ao empresário Jorge Eduardo Suplicy Funaro, filho de Dilson Funaro, ex-ministro da Fazenda de José Sarney.

O contrato com o TSE, firmado por Gilmar Mendes sem licitação, traz cláusulas que chamam atenção de especialistas, como o pagamento de diárias do contratado e a liberação de pagamento (R$ 1,7 milhão) pela simples entrega de um “plano de trabalho”.

“É muito estranho. Outros institutos, como o ITA e o IME, se ofereceram para desenvolver uma nova urna. Mas o TSE optou pelo Flextronics”, afirma a advogada Maria Aparecida Rocha Cortiz, da equipe de Modesto Carvalhosa e autora do requerimento de adequação da nova licitação.

Segundo ela, há claros indícios de irregularidades. Assim como na nova licitação, do dia 12, que prevê o desenvolvimento de novos protótipos com módulo de impressão de urna – em tese, já desenvolvidos pelo Flextronics.

“O TSE vai comprar as urnas de quem desenvolveu um protótipo financiado com recursos do próprio TSE. É um ótimo negócio”, alerta Cortiz.

 

Fonte: O Antagonista

Siga-nos no Facebook

5 Comentários em Juristas descobrem indícios de fraudes em novas urnas eletrônicas para 2018

  1. Esse ‘gilmar ministreco’ é do capeta. Ele já demonstrou que é um ‘tranqueira’ a serviço dos ladrões deste Brasil. Que pessoas honestas, da justiça, investiguem a vida desse ‘metidaço’. A única solução será ele no cadeião, numa condição perpétua. VAGABUNDOOOO…..!!!!!

  2. Marcus Ferreira Lima. Prefiro pagar a multa imposta pelo TSE pra quem não comparece pra votar. Por uma razão. Não tenho certeza que o meu voto vai pra quem eu votei. Nos Estados Unido, a candidata a presidência Hilary Clinton disse que urnas eletrônicas não são confiáveis. Se nos Estados Unido quem não tem: Gilmar Mendes , Dias Toffoli, Lewandowski, Lula, Dilma, Aécio e outros. ***

  3. NÃO SE FARÃO ELEIÇÕES COM URNAS FRAUDAVEIS.
    O POVO NÃO ACEITARÁ SER ROUBADO NOVAMENTE.
    ONDE ESTÁ O PROCESSO MOVIDO PELA ASSOCIAÇÃO DO PROCURADORES FEDERAIS QUE EXIGE VOTO IMPRESSO.

Deixe uma resposta